O meu contacto

A minha luta contra o cancro - Partilhar experiências
Sempre em contacto convosco através do e.mail - valdemar.contra.cancro@gmail.com

sábado, 17 de setembro de 2011

Querer é poder




 
Por falar em pedras... 
...lembrei-me agora daquele poema lindíssimo de Fernando Pessoa que não resisto a enviar novamente (e devia ser lido todos os dias... e em voz alta, para o "ouvirmos" melhor!): 
 
 Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes,
mas não esqueço de que a minha vida é a maior empresa do mundo.
E que posso evitar que ela vá a falência.
Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise.
Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e
se tornar um autor da própria história.
É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar
um oásis no recôndito da sua alma .
É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida.
Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos.
É saber falar de si mesmo.
É ter coragem para ouvir um 'não'.
É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.
 Pedras no caminho?
Guardo todas, um dia vou construir um castelo...

(Fernando Pessoa)


«Só existe uma coisa melhor que fazer novos amigos, conservar os velhos.»
 

Tenta conseguir 12.  Não é fácil. 
 

Nunca desvalorizes ninguém...
Guarda cada pessoa perto do teu coração...
Porque um dia podes acordar...
E perceber que perdeste um diamante....
Enquanto estavas muito ocupado(a) coleccionando pedras.
 (Elmer Letternam)

3 comentários:

TINTINAINE disse...

Não é má essa ideia de guardar todas as pedras em que tropeçamos pelo caminho e com elas construir um castelo.
Vou começar a pensar nisso muito a sério. Será que ainda vou a tempo de construir o tal castelo?

Antonio Rocha disse...

Pedras no caminho? Como fomos felizes quando ouvi pela primeira vez uma parte desse poema. Foi já há algum tempo...Meu filho mais velho acabava de casar com a sua amada e tu eras o padrinho dessa união.Nesse dia, tua afilhada declamou. Pedras no caminho? Ambos construiremos um castelo...Apadrinhas-te essa união e com o decorrer do tempo cada vez está mais forte. Como pai, agradeço e estou eternamente grato pela tua disponibilidade. Continua a lutar e lança para longe a pedra que encontras-te no caminho.

Força...muita força, tens tua família ao teu lado.

Um abraço do KIMBA Rocha

Antonio Rocha disse...

Pedras no caminho? Como fomos felizes quando ouvi pela primeira vez uma parte desse poema. Foi já há algum tempo...Meu filho mais velho acabava de casar com a sua amada e tu eras o padrinho dessa união.Nesse dia, tua afilhada declamou. Pedras no caminho? Ambos construiremos um castelo...Apadrinhas-te essa união e com o decorrer do tempo cada vez está mais forte. Como pai, agradeço e estou eternamente grato pela tua disponibilidade. Continua a lutar e lança para longe a pedra que encontras-te no caminho.

Força...muita força, tens tua família ao teu lado.

Um abraço do KIMBA Rocha